quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Atirei um limão n´água ou a eterna repetição

Atirei um limão n'água
e fiquei vendo na margem
Os peixinhos responderam:
Quem tem amor tem coragem
Atirei um limão n'água
e caiu enviesado
Ouvi um peixe dizer
Melhor é o beijo roubado
Atirei um limão n'água
como faço todo ano.
Senti que os peixes diziam
Todo amor vive de engano.
Atirei um limão n'água
como um vidro de perfume.
Em coro os peixes disseram:
Joga fora teu ciúme.
Atirei um limão n'água
mas perdi a direção.
Os peixes, rindo, notaram
Quanto dói uma paixão!
Atirei um limão n`água,
ele afundou um barquinho.
Não se espantaram os peixes.
Faltava-me o teu carinho.
Atirei um limão n`água,
o rio logo amargou.
Os peixinhos repetiram:
É dor de quem muito amou.
Atirei um limão n`água,
o rio ficou vermelho.
e cada peixinho viu
Meu coração num espelho.
Atirei um limão n'água
mas depois me arrependi.
Cada peixinho assustado
me lembra o que já sofri.
Atirei um limão n'água
antes não tivesse feito.
Os peixinhos me acusaram
de amar com falta de jeito.
Atirei um limão n'água
fez-se logo um burburinho.
Nenhum peixe me avisou
da pedra no meu caminho.
Atirei um limão n'água
de tão baixo ele boiou.
Comenta o peixe mais velho:
Infeliz quem não amou.
Atirei um limão n'água
antes atirasse a vida.
Iria viver com os peixes
a minh'alma dolorida.
Atirei um limão n'água
pedindo à água que o arraste.
Até os peixes choraram
porque tu me abandonaste.
Atirei um limão n'água
Foi tamanho rebuliço.
que os peixinhos protestaram:
Se é amor, deixa disso.
Atirei um limão n'água
não fez o menor ruído.
Se os peixes nada disseram
tu me terás esquecido?
Atirei um limão n'água
caiu certeiro: zás-trás.
Bem me avisou um peixinho.
Fui passado pra trás.
Atirei um limão n'água
de clara ficou escura.
Até os peixes já sabe:
você não ama, tortura.
Atirei um limão n'água
e caí n'água também.
Pois os peixes me avisaram
que lá estava meu bem.
Atirei um limão n'água
foi levado na corrente.
Senti que os peixes diziam:
Hás de amar eternamente.

AFF! Não agüentamos mais ler “atirei um limão n’água”...kkk¹²³!!!!!!!Essa eterna repetição, expressa o sentimento vivido pelo personagem ao se entregar à uma pessoa que não levou seus sentimentos a sério, isso é justamente o que acontece com algumas pessoas que amam sem ser amadas!
O limão que ele atirou n’água é o que ele sente após ter sido “desprezado” pela pessoa amada,uma sensação azeda! Já os peixinhos querem dizer os amigos que lhe deram ajuda e conselhos.
Esse poema chama a atenção dos adolescentes (principalmente meninas..sem preconceito Ok?), não precisamos nem falar por que ... mas pela grande insistência : simplesmente AMOR!!!!!!! O amor que nos causa sofrimento, como é retratado neste poema e que nos faz afundar como um limão afunda ao o atirarmos n’água!!!!!!!!!



*Ludmilla Marques Silva
*Raiane Gonçalves
*Rafael Igor Sales

40 comentários:

Tia Karol disse...

Ah... os limões e as cantigas de amor! Quem nunca atirou um limão na água que atire agora ou se arrependerá para sempre! Drummond cria um poema-cantiga, um poema-brincadeira, um poema de esperança e dúvida, o poema das tentativas de amor, adolescente provavelmente mas não necessariamente, ei, adulto também ama e sofre e fica atirando limão na água sabiam?! Esse atirar repetitivo é uma cantiga de roda, vocês percebem ou concordam comigo, é a roda-viva do vai e vem do amor ou dos amores, é a cantiga de mãos dadas que as crianças não cansam de cantar e que os adultos cansam mas não param jamais. É a roda dos amores, é o "bem me quer" e o "mal me quer" da florzinha de margarida, é a Terezinha que tem de dar a mão ao amor, é a cirandinha do anel que se quebrou. Vocês sabiam que a sereia das águas doces é a sereia do domínio do amor, e é peixe e é gente, e a água é receptora de energias e derramadora de energias purificadas? E que a água é a clareza e a beleza e a inconstância assim como o amor? Eu, particularmente, atiro limões na água todos os dias!
Beijinhos.
Karol
P.S belíssima escolha, Ludmilla, Raiane e Rafael Igor, belíssima escolha!

Deusa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Deusa disse...

Limão e peixe combina que é uma beleza... hummmm! Culinária a parte, esse poema-cantiga me lembra muito o meu sobrinho, um disquinho que ele tinha... a versão da cantiga era assim "atirei um limão n´água / de pesado foi ao fundo / os peixinhos responderam / vai jogar limão na mãe!!!"... rs... O mais divertido nesse poema é, de fato, a intertextualidade com as cantigas, a gente fica lembrando de um monte de outras brincadeiras de roda, e de como o amor, essa coisa estranha, se constrói desde a infância e perpassa toda a vida, até a velhice... eu, ao contrário da Karol, não costumo jogar limão na água, prefiro usar pra fazer uma limonada!!!! hahahahaha... bjocas.

Ary_Psy TrAnCe ->Aryadne<- disse...

Aryadne comenta:

Lindo demaaaaisss!!!
xorei qndO Li!!!
viu Ludy?tô fikandO igual vC!!!
agora eu concordo plenamente com esse poema e com o comentário do grupo!
quem nunca atirou o limão n'água?
quem nunka nunka sofreu por gostar de alguém
quem nunka deixou de ser correspondido ou de corresponder...
sabe eu axei demaaais esse poema mesmo!!! umas das sem-razo~es do coração dos jovens viver partido ou cheio de bad-aid!!!
sei lah...
axo q a gent meio q generalizou vcs naum axam?
homem é pior q mulher nesse sentidO[minha opinião] eles sofrem,sofrem e sofrem por amor ou paixão sei lah...e ficam caladinhus ...naum pedem ajuda,naum falam sobre isso com amigos pkê eles podem axar isso mt "GAY"...
As meninas demonstram mais suas emoçoes no dia-a-dia ateh nas roupas q vestem ou qndo pintam os cabelos...ou no abraço de bom dia ...



mas voltando ao Amor...
eu interpretei da mesma forma q os meninos...os peixes são os amigos q nos ajudam a levantar todas as vezes que caímos
que afundamos
que estamos mal ou simplismente precisando de um sorriso e um abraço pra nos levantar...e os limoes são experiências ruins que passamos qndo gostamos de alguém e que jogamos fora...esquecemos...mas como uma GRANDE AMIGA minha me disse uma vez:"volta tudo de novo só que com outra pessoa"[naum posso dizer o nome...sinto muito!]
então...é claro!sofremos até aprendermos a ficar sozinhos,ou até encontrarmos alguém e nos dermos conta de que aquela outra pessoa já naum mais importa porque agora vc tem alguém que te ama de verdade com defeitos e falhas mas vc aprendeu a amar a pessoa por completo...tem uma frase que circula pelos orkut's e sites da net que fala assim "ele descobriu que ela era única e ela descobriu que ele era só mais um"[naum sei quem foi a alma de otro mundo que escreveu isso!!!]
eu concordo
qndo os meninos DESATENTOS se tocam que nós somos importantes eles deixam de ter a importância que nós queríamos em nossas vidinhas...
ou o contrário tbm...[o menino e etc...]

bom eu fiko por aqui!
bjinhus...
e ótimo post viu meninos???


kissssss
Ary!

Anna Caroliny disse...

Nossa que tanto de atirei um limao ´n'agua, hehehe... brincadeira.
foi legal o autor se expresar desta forma, mostrando seus sentimentos atravez de metaforas bastante engracadas. mesmo estando seus sentimentos um caco, naum deixou um momento de lado a graça das palavras. eu acho isso legal pq temos que pensar que quando uma porta de fecha, outra sempre se abre!!!!

Viviii ~> Virgínia x) disse...

Segundo o comentário do grupo, a questão do amor ser mais vivenciado pelas meninas é um fato: as meninas amam mais que os meninos sime não é vergonha nenhuma para nós, garotas, admitirmos isso.

Em relação ao poema, Drummond usou sua maior tática usando as metáforas, que, nem sempre estão ao entender de todos, mas os apaixonados sabem muito bem como é.
O autor se refere aos peixes como se eles fossem pessoas do cotidiano, que assistem o drama alheio de "camarote" e sempre têm uma segunda opinião para os nossos problemas.
Drummond também diz em uma parte que os peixes lhe acusaram de amar sem jeito; como se o amar em si tivesse um JEITO de ser feito ou visto (segundo os apaixonados, o amor é simplesmente amor, sem explicações e sem jeitos).
Em geral, o poema se refere ao popular amor não correspondido, aquele amor que dói e que não tem reservas.
Mas será que esse amor é o amor verdadeiro, um amor que não lhe dá resposta?

Não vou negar que não fiquei intrigada pelo comentário da professora Deusa, que lê o poema como uma cantiga de roda: sinceramente, eu nunca o ouvi como cantiga, mas a intertextualidade com as cantigas é de fato engraçada.

Obg (;

Ângelo Antônio disse...

esse poema nos faz pensar...
será q nós estamos tratando bem as pessoas q nós gostamos por que esse poema pode se referir a alguem que ñ amou direito ou deixou d ser amado, aí tanta repetição dizendo q o amar doi muito, q faltou carinho e tbm o ciume q se sente quando se ama alguem.

Elisa Vitória disse...

Ah assim naum vale né ...
Eu que ia pOstar pOema esse mais dexa ...
kkkkkkkkkkk³³
è um pOema bem irritante mais que fala de AMOR ...
Esse atirei um limão n'agua é bem chatinhO de ler mais o que vem depOis dele cOmpensa sãO frases lindas pOrém tristes ...
Pq é de umas pessOa que não teve seu AMOR cOrrespondidO!
Concordo mtO cOm o cOmentariO dO grupO (eu ajudei a fazer um pOkin hdusdsahda)
axO que é sÓ intaum vÔ ficandO pOr aqui!
;***

Rubemgala!!! disse...

E ae galera !!!!!!!!!!
Tive q mudar de nick pois aquele ja ta marcado na história!!!!!
Falando em história...
já contei a história desse nick?
...NÃO!!!
Ah então depois me pergunte dai eu te explicarei em detalhes!!!
Mas...vamos partir pro q interessa ou seja um comentário sobre o poema.
Acho q o autor coloca seus sentimentos em cada verso do poema e mais do q isso acho também q ele coloca os peixinhos como se fossem a conciência do cara q fica repetitivamente jogando o limão n'água!!!
Valew galera pela opurtunidade de estar fazer este comentário!!
Ah também queria agradecera professora Deusa, Karol pela iniciativa do site !!!!!
VLW




PS:Prof. Deusa aqueles cinquinhos tão de pé né?!Então blz!!!

gabriel vitorette 1B disse...

ah saco!!
o sofrimento do cara eh taum grande,qe a gente ficAmeio sofrido
saco!!

Renan disse...

Li esse poema varias vezes e a unica coisa que fiquei pensando foi
haja limão! se cada um tiver que lançar um limão, para ter uma resposta em cada dúvida da vida,
as respostas na verdade vem das pessoas com quem convivemos ,às vezes de onde menos esperamos,mas tambem é bom viver com uma duvida
pois a verdade pode ser mais dolorosa que a dúvida.

Anônimo disse...

"ATIREI UM LIMÃO N´ÁGUA", o que isso quer dizer exatamente eu não sei, mas concordo com o grupo e acho que a análise que fizeram é interessante,pois a cada momento alguem é desprezado porm quem ama ou ama sem ser amado e atira um limão na água cada vez que isso acontece,e os peixinhos, amigos ficam ao seu redor te dando "apoio" ( o que eu não concordo pois acredito somente na verdadeira amizade e hoje é muito raro).Bom, o poema não me agrada muito e é meio incompreensível mas quem sou eu para criticar Drummond né???

GIOVANNA DE OLIVEIRA disse...

O POEMA ATIERI UM LIMAO N`AGUA OU A ETERNA REPETICAO DRUMMOND QUIS MOSTRAR QUE AMAR NAO ESTA ERRADO! DEVEMOS AMAR SIM MAIS TODO AMOR SEMPRE TEM SEUS OBSTACULOS E ISSO TAMBEM ACONTECE NA NOSSA VIDA!
NO AMOR SEMPRE VAI HAVER DESPREZO, ANGUSTIAS, E OS PEIXES PODEM SER NOSSA FAMILIA AMIGOS QUE SEMPRE ESTAO AO NOSSO LODA MIAS TAMBEM DAO AS COSTAS PRA GENTE POIS ELES NOS CANSAM DE NOS AJUDAR, MAIS DAMOS AS COSTAS, TAMPAMOS OS OUVIDOS, FECHAMOS NOSSAS BOCAS!
E SERVE UM POUCO DE LICAO PRA ACORDAR E VERMOS O QUANTO ACREDITAR NO AMOR NEM SEMPRE E VERDADE! GIOVANNA 1B

Anônimo disse...

Ah o comentário de cima é meu
ASS: Anna Karolyna Peixoto Silva

ALEX HENRIQUE 1 B ...Nascer pobre e destino, morrer pobre é escolha.. disse...

Limões na água, tá, essa é boa, daqui a pouco vai ser melancias na água se continuar assim.
Existe tantas coisas para as pessoas sofre, por exemplo,ver um filho pedir comida e você não ter para dar, assistir um infeliz matando o proprio imão, pessoas comendo restos de lixo, viver numa sociedade que não existe quem olha por nós, crianças morrendo numa guerra sem fim, chega!!!!!!!!!
Agora vem um poema que uma pessoa sofre de amor, você não pensa que existe mais coisas para sofrer, para chorar do que amor?
Amor é pura, simplismente pura ilusão, ficar se iludindo por um amor que nunca vai chegar.
Quando falo em AMOR diferente de ter uma amizade pela pessoa, ter carinho, compaixão isso sim é eterno.Volto a repetir AMOR se acaba.
Se eu pudesse resumir o poema em uma unica palavra eu diria ILUSÃO.Por que quando o autor fala "Atirei um limão na água" me passa o sentido de estar sonhando com algo de estar desejando algo, no caso um AMOR, QUE NUNCA EXISTIRA...Caio na água em busca de um amor , mas quem diz que esse amor va realmente lhe coresponder?

gsk _ Jessika Morais disse...

Olha so, esse poema me deixou loka!!!!!
Ja nao aguento mais ouvir falar de limao, de agua e de peixinhos!!!!!!!!!!
Mas, ao mesmo tempo q eh estressante, o poema traz um misto de amor e desilusao q chega a comover o leitor emotivo!!!!!!
Os peixinhos sao uma especie de conselheiros q veem o drama do lado d fora e tentam ajudar, mas em vao!!!!
sei lah... sabe!!! isso tudo eh muito loko...

karen cristina disse...

o poema "atirei um limão na`àgua ou eterna repetição" Carlos Drummond , como ele já dissi aquele atirei um limão na`àgua é uma eterna repetição ,e ja estava me cansando mais o que salvou o poema foi as rimas que eu acho muito legal nos poemas , e ela nao deixa de ser romântico. o trecho que eu mais gostei foi:
"Atirei um limão na´água
a caiu enviesado
Ouvi um peixe dizer
Melhor è o beijo rouba.
adorei o poema principalmente as rimas que mais admiro porque é muito dificìl fazer.

ass: karen cristina 1b

Anônimo disse...

A poesia "Atirei um limão n'água ou a eterna repetição."Pode esta dizendo que a nossa vida é uma eterna repetição onde todo dia atiramos um limão n'água para ouvirmos um peixinhos nos dizer como estão nossos sentimentos.








































NOMES:Pedro,Jhonatan e Eliakim!!












=]












;*****

walace disse...

olha esse cara deve ter um pe de limao em casa pois so assim para ele conseguir ter tanto limao para jogar no rio ...ahuahuahauhauhauhauahuahauhauhauahuahauhauahauahuahauhauhauhahuahauhauha[piada sem graca]olha agora a tia karol t mandando eu ir para a sala entao vai rapido mesmo
olha nesse poema ele pegou uma fruta amarga para falar do amor algo que para alguns e doce mas eu to sem muita ideia entao tabom ne?depois eu faco outro

lays disse...

Bom, esse era o poema que eu ia postar, se a Raiane e seu grupo tivessem postado!!! >.<
Mas esse poema é muuuuito lindoo...
Drummond, nesse poema, expressa os sentimentos do amor... Ele quer dizer que no amor, não é feito só do seu jeito, as vezes você tem de abrir mão de algumas coisas... No amor, você sofre, você se diverte, você tem truques, você fica com a impressão de que não está sendo amado(a) pela outra pessoa, você tem pedras no caminho, etc...


Mas que é bom amar é...hehehehe... x)

Beijos p/ todos...

by:Laysinhaá_pekenáh

Higor André Quintão disse...

Hum!!!
esse poema e "restrito" ao amor...
onde tudo q ele faz(cada limão a água) se relaciona ou sofimento amoroso do personagem, pois uma forma de ele refletir do q ele é e faz em ralaçao a tudo, principalmente o amor.
A cada limão a água uma reflexção de tido sobre sua vida.

gabriel costa disse...

quando vi este poema logo
pensei q era muito ruim
e tbm fiquei com preguiça
por causa do tamanho
apos ler o poema minha
opiniao fiko diferente.
o poema ele esta falando
q tem pessoas q amam outra
pessoa so q este amor nao
e correspondido isto faz
com q a pessoa fik com
uma sensaçao azeda.

rafael nogueira disse...

antes de ler pensei q o poema
fosse muito ruim mas depois vi
q ele e so um pouco ruim
e intendi dele q o limao fosse
o sentimentos dele e q o limao fosse a pessoa q lhe causou esses
sentimentos
e achei q foi um pouco ruim por causa da priguica de ler aquilo tudo e naum ter um final mais legal

Lorrany disse...

"Atirei um limao n'água", a frase que sempre se repete. Mas o porque é um pouco óbvio, o amor não correspondido.
Falando dos peixes, eu concordo com a Vivíí quando ela diz que eles são como as pessoas alheias que opinam em nossas vidas, sempre tendo uma opinião para nossos problemas (mas isso é outra história).

Os limões são como os pedacos do nosso coracão que são jogados fora quando sofremos por amor e depois de um tempo que nós os recuperamos.

Gostei da pergunta feita ali encima.. será que vale a pena sofrer por esse amor não correspondido?

x)

Elisama P. disse...

Sincerante...haja limao mesmo pra tanto sofrimento...mas mesmo sofrendo tanto temos amigos que estao do nosso lado e que tem sempre algo a nos dizer para nos confortar...acho q sem esses amigos (peixes)è dificil viver nesse mundo onde existe muitos 'diabinhos' vestidos de 'anjos'.

BrenO FragosO bom d bola e faz[...] disse...

esse poema nos faz pensar... que e proibido atirar limao n'agua, falando serio,to so curtindo mais o poema e bom eu gostei pq ele nos fala dos ciumes pelo amor e ele atira um limao n'agua q e uma fruta amarga q tambem representa os ciumes e um poema otimo eu gostei ate a proxima











xau genx






depois eu comento +++++++++++++++++++++++++





blz????????






xau!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

xD!!!!!

Anônimo disse...

xD!!!!!

fred...xD disse...

o poema de Drummond"Atirei um limão n´água ou a eterna repetição"
é muito bom!!!ele compara o limão com o amor...ele usou as metaforas
que por isso é muito complicado entende,Drummond coloca nesse poema os peixes com sentimentos,como se fosse nos.
eu achei interesante... mais é complicado entende, demorei pra k7 pra saber o que esse poema quer dizer...mais foi bom..x.x

Luna disse...

Como conclui com a Deuset, até agora o blog só fala do que o amor não é e que os peixes devem ser comidos com limão.
hehehe
O poema é muito divertido e apesar de longo, fácil de se entender.
Vamos atirar lim~]oes na água e ser levados por toda a correntesa quando finalmente os peixes nos puxarem(porque não temos força, ou coragem o suficiente para embarcar no amor).

xDDD
Abraços a todos!

Luna ^^

Vitor Alves Lima disse...

É, achei muito legal esse poema.

E pelo o que eu entendi, acho que esse limão atirado na água deve ser uma sensação amarga de quem conta os acontecimentos do poema e de que os peixes são os conselheiros que dá a principal dica para ele(a):
-Nunca desista de sua paixão.



Acho que esta pessoa que conta os acontecimentos do poema levou um chute, depois foi para margem de um rio, ficou tacando limões( sensação ruim, amarga) e os peixes foram dizendo para ele não desistir da sua paixão.



Gostei muito......
Vitor A. 1° 'A'

yasmine disse...

Protesto!
'Esse poema chama a atenção dos adolescentes (principalmente meninas...sem preconceitos ok?)'
Como assim? Só as meninas,moças,mulheres sofrem por amor e atiram limões na água?
Só as meninas,moças e mulheres são enganadas e ficam aborrecidas por se entregarem demais a um relacionamento amoroso?
Ao meu ver os homens são tão sofredores quanto nós,mulheres,levam tanto acessório da vaca quanto nós,vivem em função do amor tanto quanto nós,choram e atiram limões na água também.
Tanto que pra mim nesse poema a voz é masculina. Drummond usa da divertida repetição,pra mostrar que apesar de passarmos por coisas semelhantes a essa tantas vezes na vida,e aprendermos a confiarmos menos,a nos depositarmos menos..há sempre um novo amor que nos faz viver aquilo de novo.
Que há a milhares de pessoas que passam pela mesma situação em diferentes lugares do mundo,e que essas pessoas sempre são a voz de trás da nossa cabeça dizendo: 'Se é amor de verdade é melhor investir!'

bjones

Luna disse...

Não atire o limão n'águagua
Porque issosso
Não se faz faz faz
Não devemos maltratar o coração!
Ahhahh!

xDD

\o/

Luna disse...

hauhauhuaua
Yasmine falou e disse em seu comentário feminista contra o outro comentário machista do grupo(que por um acaso possui 2 mulheres).
=P

Gabriel de disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabriel de disse...

eh esse poema eh ate bonito soh q nao concordo com algumas coisas q ele fala {quem tem amor tem corage} as vezes nem sempre eh assim

Gabriel de Souza

Fernanda disse...

A singela repetição mostra apenas o amor, o amando, pode até parecer estranho, mas não é. Quem ama ou já amou, sabe o quanto um ser apaixonado repete o nome do seu amado em um simples pensamento.
O amor é isso, uma eterna repetição onde cada queda nos fortalece, cada suspiro nos enlouquece, cada fora nos tortura e cada novo amor nos rejuvenece.
Por mais que você saiba que o amor ao mesmo tempo que é bom, te tortura você insiste quantas e quantas vezes for necessário só para ter a sensação de um amor "repetido" mas sempre diferente e relusente nos olhos e no coração de quem sente.

by: Fernanda Mota

PyT disse...

Boa observaçao a da Yasmine...

Acho q pra amar, basta estar vivo...
e pra sofrer, basta estar amando...
são sentimentos opostos q caminham juntos...
as vz, ate sem perceber, magoamos quem amamos...
pro um simples gesto,uma simples palavra... seja ela dita, ou Nao...
sim...
a falta dessas coisas tbm nos trazem sofrimento...
sinceramente,
nao sei se ja amei...
no fundo, acho q naum...
mas ja gostei muito...
e lendo este poema me encontrei...


“ Quem tem amor tem coragem”
O meu maior medo era de amar e sofrer... e me deixei levar por um “amor” q “sentia”... me arrisquei ...
“Melhor é o beijo roubado”
Eh... eh ate engraçado... mas somente eh bom qd já se tem aquele ar de querer amar...
“Joga fora teu ciúme.”
O q mais “pegou” no relacionamento q eu tive foi o ciúme... q O fez sofrer e com a sua dor o fez mudar, e com a sua mudança me fez sofrer...
“Quanto dói uma paixão!”
Sim... qd se termina sem esperar... sem estar “preparada” para akilo...
“Faltava-me o teu carinho.”
Cm disse... umas de suas mudanças me levou a sentir essa falta... mas eu tbm sei q precisei (ou poderia) ter sido melhor qt a isso...
Bem, se cherei...
“É dor de quem muito amou.”
“me acusaram
de amar com falta de jeito.”
Mas fazer o ke... foi sim o meu primeiro amor...
Mas não me arrependo de ter arriscado...
“Infeliz quem não amou.”
E enquanto o tempo passa... ou passou... eu já me perguntei ...
“tu me terás esquecido?”
“Hás de amar eternamente.”
Hum...
Não necessariamente !!

ThAyZe disse...

Meu Deus, quanto mais eu leio os cmt da Pyt, mais me espanto... mais tudo bem!!

é... acho que concordo com a grande maioria do que ela falou...
isso de arriscar, amar sem ser amado, coragem... amar é isso mesmo...
conhecer, interessar, ficar afim, beijar, namorar, amar...
conhecer, decepcionar, ser decepcionado... sofrer... terminar e sofrer mais ainda!
Olha, sincetamente, já disse que amava sem amar... pois pensei conhecer e não conhecia, já confiei em quem não era confiável... já beijei em quem não merecia beijo meu,já fui apaixonada em quem só queria se divertir...
mas enfim... EU AMO!(acho que td mundo sabe quem, e quem não sabe vai ficar curioso,kkkkk)!
Eu amo... tenho certeza disso!
Sei q sou nova... muito nova pra amar assim... mas não há idade pra se ter um grande amor... não há momento... não há pessoa... basta ter coração!

Ta bom, deixa eu voltar ao assunto!
Pois então!

Acho que amor é isso... ou vc sofre , ou está feliz .. meio termo não existe!

AMAR SE APRENDE AMANDO...
E SOFRENDO TAMBÉM... hihihihih!!

Besitos =)~

Elisa G....... disse...

Num vale...
A Ludy cato meu poema!!

snif...

Mas........eu faria uma interpretacao diferente...quando eu li esse poema eu pensei:"puxa...pq sera que ele atirou justo um limao na agua?" realmente as pessoas nao atiram limoes, elas atiram pedras na agua, galhos, coisas duras...mas o limao tem a caracteristica de ser azedo, amargo...o proprio "eu" do poema, parece ser uma pessoa amarga, ciumenta, e que por isso acaba sofrendo muito no final...